Username:

Password:

Perdeu a Password? / Ajuda

Tag: Reinaldo Ferreira

0

Reinaldo Ferreira

ReporterX

Reinaldo Ferreira, conhecido pelo pseudónimo de Repórter X, nasceu em Lisboa, a 10 de Agosto de 1897 - Lisboa, foi um repórter, jornalista, dramaturgo e realizador de cinema português. Iniciou a sua carreira jornalística aos doze anos de idade e foi, desde os vinte até à sua morte, considerado o maior repórter português. Em 1926, instalou residência permanente no Porto. A grande aventura de Reinaldo Ferreira no cinema concretizou-se no Porto, em 1927, através da empresa Repórter X Film - graças ao financiamento que logrou do comerciante Joaquim Alves Barbosa. Adaptando para título a sigla que o celebrizara, Reinaldo Ferreira tinha como primordial projecto a produção, na ambição duma actividade contínua, que não obstante ficaria circunscrita a cinco distintas metragens. Desde logo sobressai O Táxi Nº 9297, com argumento e direcção de Reinaldo Ferreira, assistido por Pedro Santos e Maurice Laumann como responsável pela fotografia. A rodagem de interiores decorreu nos antigos estúdios da Invicta Film e os custos ascenderam a setenta e cinco contos. Embora alertando que não se trata dum “decalque da vida real”, pois recorreu à fantasia, Reinaldo Ferreira inspirou-se no misterioso assassinato da actriz Maria Alves, que apaixonara a opinião pública, até à surpreendente descoberta de que o homicida era o seu empresário e amante, Augusto Gomes. Este nefando evento teve a participação de Reinaldo Ferreira nas investigações, como profissional de imprensa e brilhante espírito detectivesco. Do material que recolheu, partiria para o guião de O Táxi Nº 9297... O então jovem compositor René Bohet propôs sonorizar o filme, através dum “fundo musical”, mas a aposta não vingou pelo receio de que não aliciasse os espectadores. Na sequência de O Táxi Nº 9297 Reinaldo Ferreira dirigiu, ainda em 1927, Rita ou Rito?..., com base em caso picaresco que, efectivamente, teria ocorrido em Aveiro. De qualquer forma, a acção é deslocada para uma suposta povoação, Rio Tinto Maduro - com humor, eficaz construção e hilariedade, através de encenação movimentada e ágil. Além destes dois filmes, e sempre em 1927, Reinaldo Ferreira dirigiu duas outras obras de ficção e um documentário, respectivamente Vigario Sport Club, Hipnotismo ao Domicílio e Entrevistas Cinematográficas com Escritores e Jornalistas de Lisboa. Um humor sarcástico, explorando moda social da época, e encenado sob o efeito de equívocos, por acções paralelas, é patente em Hipnotismo ao Domicílio - que teve como título previsto Almas do Outro Mundo -, rodado nos estúdios da Invicta Film, sob influência de Mack Sennett ou Harold Lloyd. Reinaldo Ferreira concebeu o argumento deste e de Vigário Sport Club, também designado Vigário Foot-Ball Club, uma paródia ao mundo do desporto-rei. Quanto às Entrevistas..., apresentavam o testemunho de Norberto Lopes, Rocha Martins e Norberto de Araújo. Aqui se encerrou a actividade fílmica de Reinaldo Ferreira, que acalentaria outros projectos. Mas viciado em morfina, com a saúde arruinada, faleceu em 4 de Outubro de 1935.

0

Reinaldo Ferreira o fim de uma carreira

 

 5152

Além dos filmes «O Táxi nº 9297» e «Rita ou Rito?», e sempre em 1927, Reinaldo Ferreira dirigiu duas outras obras de ficção e um documentário, respetivamente «Vigário Sport Club», «Hipnotismo ao Domicílio» e «Entrevistas Cinematográficas com Escritores e Jornalistas de Lisboa». Um humor sarcástico, explorando a moda social da época, e encenado sob o efeito de equívocos, por ações paralelas, é patente em Hipnotismo ao Domicílio - que teve como título previsto Almas do Outro Mundo -, rodado nos estúdios da Invicta Film, sob influência de Mack Sennett ou Harold Lloyd. Reinaldo Ferreira concebeu o argumento deste e de «Vigário Sport Club», também designado «Vigário Foot-Ball Club», uma paródia ao mundo do desporto-rei. Quanto às Entrevistas..., apresentavam o testemunho de Norberto Lopes, Rocha Martins e Norberto de Araújo. Aqui se encerrou a actividade fílmica de Reinaldo Ferreira, que acalentaria outros projectos. Mas viciado em morfina, com a saúde arruinada, faleceu em 1935.

(Excerto do filme «Vigário Sport-Clube)

0

Reinaldo Ferreira continua a inovar no cinema português

ritaourito_1b Os restantes filmes de Reinaldo Ferreira são: «Rita ou Rito?», «Hipnotismo ao Domicilio» e «Vigário Foot-ball Club». «Rita ou Rito» insere-se numa série cómica dirigida por Reinaldo Ferreira para a sua empresa, «Repórter X-Film», na sequência de «O Táxi nº 9297», e baseia-se num caso pitoresco que, efectivamente teria ocorrido em Aveiro. A acção é, de qualquer forma, deslocada para a povoação de Rio Tinto Maduro, em cujo Palace Hotel vamos encontrar alguns convivas característicos: a Dr.ª Pílulas, inventora das célebres ditas contra o fastio; o Coronel Peixe-Espada, que gosta de gabar-se das suas fantasiosas aventuras africanas; a esposa que é pior do que o marido quando a escamam; a filha Gabriela, de alto lá com ela; o Conde Pastel de Nata, a quem o Coronel gostaria de ter como genro. A partir dum equívoco aparentemente trivial, Reinaldo Ferreira demonstra em «Rita ou Rito?» uma faceta inesperadamente hilariante, irresistível, através de mise-en-scène movimentada e ágil, com princípio, meio e fim, o que é raro acontecer nas peliculas do género que importávamos, como salientou a crítica da altura. O filme trazia mais uma novidade para o cinema português, o travesti. Os actores destes três filmes eram praticamente os mesmos: Alves da Costa, Alexandre Amores e Fernanda Alves da Costa.
0

«O Táxi nº 9297» um grande filme de Reinaldo Ferreira

49 Reinaldo Ferreira, embora alertando que não se trata de um decalque da vida real, pois recorreu à fantasia, inspirou-se no misterioso assassínio da actriz Maria Alves, que electrizara o grande público, até à surpreendente descoberta de que o criminoso era o seu empresário e amante, Augusto Gomes. Aliás, Reinaldo Ferreira participara nas investigações, como profissional da imprensa e brilhante espirito detectivesco, partindo para o argumento dos seus próprios trabalhos. O filme apresenta-nos um jovem oficial do exército americano, o Tenente Hair, que chega a Lisboa como adido militar e conhece casualmente Arsénio de Castro, que se apresenta como o homem de pior fama em Portugal. Este serve-lhe de cicerone, e em breve se tornam inseparáveis, sendo convidados pelo extravagante milionário Horácio Azevedo, a passar uns dias na sua propriedade de Bretolho, onde vegeta uma extraordinária fauna social. Tomam o táxi nº 9297, onde Arsénio pressente, por um vidro partido, que aquele automóvel fora já alvo de tragédia: ali mataram – em circunstâncias não aclaradas – a actriz Raquel de Montalverde, um ano atrás. O elenco era composto por Alves da Costa, Maria Emília Castelo Branco, Fernanda Alves da Costa, Henrique de Albuquerque, entre outros. Quando da estreia no Porto, a 9 de Julho de 1927, no Trindade e no Batalha, obteve esta pelicula um êxito enormíssimo, mantendo-se largo tempo em projecção. 48
1

Reinaldo Ferreira um novo nome no cinema

47 Reinaldo Ferreira, grande jornalista e nome já conhecido no cinema, pois em 1923, capitalizado por espanhóis, já tentara realizar o «Groom do Ritz», que estreia em Lisboa, no Salão Central a 17 de Julho de 1924, decide, em 1927, fundar uma empresa cinematográfica produtora, à qual dá o nome que usa como pseudónimo literário. A «Repórter X-Film» tem como principal objectivo a produção de filmes de carácter policial, sendo o primeiro destes, o «Táxi 997». Já em 1918, a sua novela policial «O Mistério da Rua saraiva de Carvalho» publicada no jornal «A Capital», tinha sido adaptado por Leitão de Barros para o filme, entretanto inacabado, «O Homem dos Olhos Tortos».
Put here your trakcing code, e.g. from Google Analytics.