Username:

Password:

Perdeu a Password? / Ajuda

Tag: João Bastos

0

Maria Domingas canta a «Canção da Primavera»

Maria domingas911

«Cantiga da Primavera» Canta a Primavera / Baila toda a gente / Só eu estou à espera / Do amor ausente / Só eu não dou beijos / Por não ter um par / Morro de desejos / Por lhos poder dar / Anda o campo cheio / Cheio, cheio, cheio / Da canção dos ninhos / Pares que se beijam / Beijam, beijam, beijam / Quando vão sozinhos / Tudo aqui nos fala / fala, fala, fala / Dum segredo amigo / Dum segredo eterno / Terno, terno, terno / Que eu sei mas não digo / Há por esses montes / Canções de alegria / Vão cantando as fontes / Canta a Cotovia / E na imensidade / Deste amor sem fim / A voz da saudade / Canta só pra mim.
0

Óscar de Lemos canta o «Fado das Trincheiras»

2122

"FADO DAS TRINCHEIRAS" Música de António Melo / Letra de João Bastos e Félix Bermudes / Cantado por Óscar de Lemos: Soldados da nossa terra, são voluntário da guerra / Que vêm bater-se por brio. Raça de fogo e de glória, que escreveu a sua história / Nos mundos que descobriu. Por isso a Pátria distante, brilha em nós a cada instante / Como a luz de uma candeia, Que arde de noite e de dia no altar da Virgem Maria / Na igreja da nossa aldeia. Refrão : No luar das noites calmas / Choram baixinho nas almas / Saudades do nosso lar / Mas o dever é mais forte / E nem a sombra da morte / Nos obriga a recuar /E se eu morrer na batalha, só quero ter por mortalha / A bandeira nacional. E na campa de soldado, só quero um nome gravado / O nome de Portugal.
0

A música do filme «João Ratão»

1002 Uma das razões do enorme sucesso eram as canções do filme, as melodias eram da autoria de António Melo e as letras de João Bastos e Félix Bermudes. De todas as canções do filme, um fado ficaria para a posteridade, era o "Fado das Trincheiras" que mais tarde seria cantado pelo Fernando Farinha.
0

A música de «A Varanda dos Rouxinóis»

 12

Na parte técnica e criativa colaboraram também na produção de «A Varanda dos Rouxinóis». João Bastos, além do argumento, como autor dos versos das canções que o filme apresentava: a «Canção da Varanda», com música de Frederico de Freitas, a quem pertencia também a música de «Janelinha da Trapeira» e de «Chapelinho ao Lado», sendo de Cruz e Sousa a melodia da «Marcha dos Campeões». Frederico de Freitas escreveu ainda a partitura musical do filme.
Put here your trakcing code, e.g. from Google Analytics.