0

Ema de Oliveira

Ema de Oliveira Ema da Conceição Oliveira, nasceu em 1891. Actriz de teatro, deu os primeiros passos na Companhia de Teatro Rafael de Oliveira do qual tinha parentesco.  Fez inúmeras revistas, tais como «O Novo Mundo» em 1916; «O Ás de Oiros» em 1917; «Pé de Dança» em 1921; «Vida Nova» em 1924; «Cabaz de Morangos» em 1926; «A Rambóia» em 1928 onde alcança grande sucesso ao cantar «As lavadeiras de Caneças» e «Chá de Parreira» em 1929 onde ao lado de Hortense Luz contracena como Travesti e criam o famoso número «Recrutas e Sopeiras»; «Feira da Luz» em 1930; «A Festa Brava» em 1933; «Na Ponta da Unha» em 1939; «Boa Nova» em 1942 entre muitas outras. No cinema participou no filme «Fado», ainda no tempo do cinema mudo, em 1923 e «Lisboa Crónica Anedótica» em 1930. Já no tempo do sonoro, surge nos filmes «João Ratão» em 1940, «Lobos da Serra» em 1942 e «A Menina da Rádio» em 1944. Foi casada com o actor Manuel dos Santos Carvalho. Faleceu em 1951. Ema Oliveira2
Click to share thisClick to share this